"Eu falo mais comigo mesma do que com os outros." 

O Diário de Anne Frank.  (via intimidadedegarota)

I





"Eu me escondi dentro de mim." 

O diário de Anne Frank. 
(via intimidadedegarota)





"Um simples comentário pode destruir a vida e a honra de uma pessoa, a ponto de não podermos consertar o mal feito, se não têm o que falar de bom de uma pessoa, é melhor que fique em silêncio. Sejamos dono da nossa boca, para não sermos escravos de nossas palavras. Se você não sabe o que falar, se cale." 

Reci-tador & Leto. (via recitarpoesias)


Posted on March/19/2014 with 108 notes | Reblog :3 | via

"Li em algum lugar que há uma regra de decoração que merece ser obedecida: para onde quer que se olhe, deve haver algo que nos faça feliz." 

Martha Medeiros (via umadosedevoldka)


Posted on February/26/2014 with 17 notes | Reblog :3 | via

"O tamanho do seu amor por uma pessoa nunca vai ser páreo para o tamanho da saudade que você vai sentir dela" 

O Teorema Katherine (via luanaswonderland)


Posted on February/11/2014 with 56 notes | Reblog :3 | via

"Não importa onde você parou ou em que momento da vida você cansou. Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo. É renovar as esperanças. E eu pergunto: sofreu muito nesse período? Foi a dor do aprendizado. Chorou muito? Foi a limpeza da alma. Ficou com raiva das pessoas? Foi para perdoá-las. Acreditou que tudo estava perdido? Era o início da tua melhora." 

Carlos Drummond de Andrade.  (via sertanejo)



"Repara bem no que não digo." 

Paulo Leminski. (via sertanejo)



"Tenho um jeito meio estranho de lidar comigo. Nem sempre me aceito, nem sempre me entendo, nem sempre me dou a mão. E como é essencial a gente se dar a mão, meu Deus! Olhar para dentro pode ser desesperador e doído. A gente carrega muitas coisas no peito, nas costas, na memória. E é preciso tentar viver bem com passado, presente e futuro batidos e misturados dentro da coqueteleira interna. Não é tarefa fácil, não. Requer esforço e uma capacidade bonita de perdoar." 

Clarissa Corrêa (via storiesofgirl)



"Tenho um jeito meio estranho de lidar comigo. Nem sempre me aceito, nem sempre me entendo, nem sempre me dou a mão. E como é essencial a gente se dar a mão, meu Deus! Olhar para dentro pode ser desesperador e doído. A gente carrega muitas coisas no peito, nas costas, na memória. E é preciso tentar viver bem com passado, presente e futuro batidos e misturados dentro da coqueteleira interna. Não é tarefa fácil, não. Requer esforço e uma capacidade bonita de perdoar." 

Clarissa Corrêa (via storiesofgirl)



"Não fique assim, a dor vai passando e vai dando lugar à um pensamento mais amplo e racional e você vai percebendo que o tempo mostrará o real valor das coisas." 

Elisa Bartlett  (via oxigenio-dapalavra)